Pular para o conteúdo

Fotografia é, basicamente, luz. Entender os conceitos de intensidade e qualidade de luz é o único caminho para você se tornar um profissional de alta qualidade. O flash é um dos aparelhos essenciais na vida de qualquer fotógrafo. Eu vejo muita gente falando por ai que odeia a luz do flash, que ela não é natural, que o efeito é muito artificial.  Isso é normal em pessoas que não sabem como utilizar a luz do flash para melhorar o seu trabalho. Eu utilizo flash para praticamente tudo, inclusive sessões de retrato externo. Um dos grandes problemas que encontramos na fotografia profissional é basicamente a usabilidade das unidades de flash.

Conheço muita gente que está trocando os grandes flashes de estúdio por unidades de flash dedicado. Eles são pequenos, podemos levar para qualquer lugar em uma bolsa, e você elimina completamente aquele monte de fios e necessidades de várias tomadas no estúdio. O problema é que uma unidade de flash dedicado (seja Canon ou Nikon) é muito mais cara do que a maioria dos flashes atuais de estúdio (desde as unidades chinesas até as marcas mais conhecidas). Mas, levando em conta minha experiência, é uma transição muito bacana de ser feita desde que você tenha dinheiro para investir.

Pensando nessa dicotomia entre flash de estúdio e flash dedicado, a Profoto está lançando o primeiro modelo do que ela chama de menor flash de estúdio do mundo. Ele é um flash compacto, com disparo em TTL (Canon e Nikon) e manual. O Profoto A1 possuí uma cabeça redonda com encaixes magnéticos para os mais diferentes tipos de acessório. Pode ser disparado tanto na sapata da câmera quanto fora. Ele é alimentado por uma bateria de Li-ion com capacidade para 350 disparos em carga máxima e um tempo de reciclagem de 1,2 segundos. A bateria é recarregável e leva cerca de 80 minutos para carregar uma carga completa. A empresa garante que essas características fazem do A1 um flash mais rápido do que qualquer outro. Além de todas essas características, o A1 ainda possuí uma luz de modelagem, trazendo para os flashes compactos uma das grandes vantagens dos equipamentos de estúdio.

O pessoal do Petapixel já teve a oportunidade de testar um dos equipamentos e as conclusões foram extremamente positivas. O flash tem potência elevada de iluminação, bateria com longa durabilidade, menu amigável e fácil de ser utilizado e tempo de reciclagem aceitável para as mais variadas produções fotográficas. Infelizmente, toda essa tecnologia possui um preço elevado. Cada unidade do Profoto A1 vai chegar ao mercado custando US$ 995,00. Uma bela facada para quem está com o caixa baixo, mas um investimento cujo retorno é garantido.

Eu tenho que admitir. Adoro fotografar batizado. Embora tenha cursado uma faculdade de humanas de esquerda (quem conhece sabe do que estou falando), eu sempre acreditei em Deus e nada abala minha fé. O batizado, na visão dos Católicos, representa o primeiros dos sete sacramentos e é considerado um rito de passagem. Ao receber tal benção, a criança inicia a sua fé e sua vida cristã, tornando-se um filho de Deus, um discípulo de Cristo, um membro da Igreja e abrindo seu caminho para a salvação. Não se recebe nenhum outro sacramento sem o batismo. Tal tradição, que se tornou muito comum no Brasil (um país religioso), representa também um momento de celebração, ideal para unir familiares e amigos. O rito é feito com água sagrada sobre o iniciado e cada um dos elementos da cerimônia tem um significado.

Por isso que o dia do batizado deve ser marcado com alegria e festividade. No dia 03 de setembro, eu e minha esposa Ana Lucia., nos dirigimos até o município vizinho de Caiuá para registrar mais uma cerimônia de batizado. O nosso pequeno cliente era o Davi Lucca, filho da Amanda e do Edson, que já é cliente de nosso estúdio fazendo acompanhamento fotográfico mensal. Achei interessante sair um pouco da cidade, ainda mais que nunca tinha fotografado na Igreja de Caiuá.

A Igreja São José em Caiuá tem a arquitetura condizente com as igrejas principais das cidades da região. Ela é imponente, porém considerei o espaço interno pequeno. Uma decoração interessante, bem organizada e com vitrais coloridos. Eu gostei muito (quem me conhece sabe que gosto de fotografar igrejas).

A cerimônia aconteceu de maneira tranquila e emocionante. O sermão do Padre Luciano foi perfeito e fez todos o presentes refletirem sobre a importância do batismo e do papel dos pais e padrinhos na educação cristã das crianças presentes. Uma manhã muito legal.

As cerimônias de batismo em nossa empresa sempre são fotografadas por dois fotógrafos (eu e minha esposa) para garantir o registro de todos os momentos e de ângulos diferentes. Peça um orçamento e agende a sua data.

 

direito autoral internet

Direito Autoral é um tema cada vez mais em destaque em tempos de internet e redes sociais. De um lado temos fotógrafos desesperados para protegerem suas obras utilizando marcas d'água cada vez maiores e sistemas que desabilitam o botão de copiar nos navegadores, e do outro temos os usuários da internet que se utilizam das imagens encontradas no google para fazer montagens, cartazes e utilizar em blogs. A maior parte destes usuários não tem o minimo conhecimento da legislação de diretos autorais e não faz isso por maldade. Mas, toda obra intelectual, inclusive fotografias, estão protegidas pela Lei e devem ser respeitadas. Estar na internet não quer dizer que é público. Sempre possui um dono.

Mas, as vezes o caso se torna um pouco mais complicado e você percebe que o tal jeitinho brasileiro pode existir em várias partes do mundo. Veja esse caso que aconteceu na Suíça. A "fotógrafa" Madeleine Josephine Fierz foi desclassificada de dois concursos fotográficos onde havia ganhado prêmios por ter se utilizado de fotos de outra pessoa.

A imagem em questão, que está no início do texto, foi feita pelo fotógrafo tailandês  Sasin Tipchai que a colocou no site Pixabay com licença  CC0. E o que isso quer dizer? Nas palavras do próprio Creative Commons:

"A pessoa que associou um trabalho a este resumo dedicou o trabalho ao domínio público, renunciando a todos os seus direitos sob as leis de direito de autor e/ou de direitos conexos referentes ao trabalho, em todo o mundo, na medida permitida por lei. Você pode copiar, modificar, distribuir e executar o trabalho, mesmo para fins comerciais, tudo sem pedir autorização."

Porém, mesmo com a foto sob essa licença você não pode dizer que ela é de sua autoria. E foi o que Madeleine fez. Ela baixou a foto, fez algumas modificações via software e apresentou a imagem como sendo de sua autoria para os concursos Moscow International Foto Awards (MIFA), onde ficou com o primeiro lugar, e o Fine Art Photo Awards onde conseguiu a 2º colocação. Assim que o resultado dos dois concursos vieram à público o verdadeiro autor da foto se manifestou e ela acabou perdendo os dois prêmios.

Segundo ela, em sua compreensão, o fato de ter feito modificações digitais nas fotos lhe conferia a autoria das mesmas. Infelizmente a totalidade dos concursos de fotografia exige que a autoria seja da pessoa que enviou a foto. Se ela realmente pensa isso ou se tentou ser "esperta" nunca vamos saber. Mas, se a internet propicia que imagens sejam utilizadas sem autorização, ela também permite que sejam descobertas esse tipo de situação.

Newborn! O que é?

Newborn é uma palavra em inglês que significa recém-nascido, mas quando essa mesma palavra é usada em fotografia, ela remete a um estilo especial de retratar os bebês recém nascidos.

A fotografia “newborn” busca registrar o bebê de forma mais artística, em sua maioria peladinhos, enrolados em tecidos, em poses moldadas pelo fotógrafo de maneira que remetam a forma que o bebê ficava quando estava na barriga de sua mãe.

Eles também são posicionados de forma que suas mãozinhas e pezinhos passem uma imagem de tranquilidade e soninho sereno.

Para a sessão “newborn” é preferível que o bebê esteja dormindo, para que possamos coloca-los nas poses características desse estilo.

Essa sessão deve ser feita com alegria, e de forma responsável, por isso é muito importante que o profissional tenha conhecimentos sobre a fisiologia do bebê e saiba lidar com ele respeitando as normas de segurança e higiene.

A SEGURANÇA, o conforto e o bem estar do seu bebê devem estar sempre em primeiro lugar. Antes mesmo de conseguirmos capturar a foto dos seus sonhos.

Eu sou fotógrafa de bebês à 10 anos e nos últimos 3 anos tenho me especializado em cursos de higiene pessoal para o trato com os bebês recém nascidos, fisiologia do bebê e posicionamento no estilo “newborn” para oferecer a você mamãe total segurança e tranquilidade no dia da sessão.

IDADE DO BEBÊ: O ensaio no estilo “newborn” é feito com bebês entre 6 dias e 14 dias de vida. Quanto mais novinho, melhor é pra fazermos a sessão.

Por que a partir do 6º dia e não antes? Porque a partir do 6º dia de vida o bebê começa a desenvolver uma certa rotina nos horários de mamadas, e também volta a ganhar peso, pois é normal o bebê perder até 10% do peso depois do nascimento, e a mamãe já começa a descobrir as preferencias do seu pequeno, o que também facilita na hora da sessão.

E por que só até 14 dias? Porque até os 14 dias o bebê ainda é bem flexível e fica confortável nas poses que remetem à forma que ele ficava quando estava na barriga da mãe; depois dos 14 dias eles podem começar a sofrer com cólicas e gases, pois seu aparelho digestivo está se adaptando ao leite e ao ar que as vezes ele engole ao mamar; a pele pode começar a descascar um pouquinho e pode também começar a apresentar bolinhas vermelhas ( isso tudo é normal e passageiro)  e embora a maioria dos pais prefiram esperar um pouco mais pra fazer as fotos, é importante ressaltar que quanto mais novinho, mais tranquilo é a sessão, pois ele dorme com muito mais facilidade e por períodos mais longos.

Como as cólicas geralmente começam a aparecer a partir dos 15 dias de vida, o bebê sentirá um desconforto natural e a sessão de fotos não terá nada a ver com essa irritação, mas, por motivos de incomodar o menos possível o seu bebê preferimos evitar fotografá-los a partir do 15º dia.

Não existe nenhuma contra indicação fotografar o bebê após os 14 primeiros dias de vida, mas ele perde a flexibilidade, desenvolve força nos bracinhos e perninhas e cada dia que passa fica bem mais complicado fazer poses características do estilo “newborn” e a partir de 21 dias ele deixa de ser recém nascido e se torna bebê, pois eles crescem muito rápido.

Mamães que tem interesse em fazer a sessão no estilo “newborn” procure deixar a sessão pré agendada antes mesmo do bebê nascer, ou se isso não for possível, não se esqueça de fazer o agendamento logo que o bebê chegar da maternidade, pois os dias passam muito rápido e quando vemos o bebê já tem um mês! Aí…. ele não é mais “newborn”, bebês com mais de um mês são muito bem vindos mas serão fotografados em outro estilo!

O QUE LEVAR PARA A SESSÃO:

Em relação as roupinhas e acessórios, não precisam se preocupar, pois temos tudo em nosso estúdio e providenciaremos tudo para o dia da sessão. Recomendamos apenas que os pais tragam o bebê com roupinhas fáceis de tirar pois assim que ele chega no estúdio nós precisamos remover as roupas que ele chegou e quanto mais difícil de tirar mais fácil ele acordar e se irritar. Recomendamos também que estejam munidos de fraldas, lenços umedecidos, mamadeira (se ele faz uso de suplemento) e chupeta ( a chupeta é muito importante mesmo que o bebê não a chupe em casa, e para as mamães que não querem dar chupeta para os seus pequenos fiquem tranquilas pois o período que ele terá contato com a chupeta é mínimo e ele não vai se acostumar com ela, a chupeta será utilizada apenas para acalmar o bebê nas trocas de pose); e material médico quando necessário: pomadas, anti-gases ou qualquer outro tipo de medicação que por ventura o recém nascido já esteja fazendo uso receitado pelo pediatra, pois algumas sessões levam mais tempo que outras.

COMO ACONTECE O ENSAIO:

Vou adiantar algumas informações sobre como acontece o ensaio para que a mamãe venha mais ou menos preparada sobre o que vai acontecer e dessa forma ficar mais tranquila.

Sou mulher e sei que a mamãe cria muitas expectativas e ansiedades nesse momento e elas são normais, então para não torna-las maiores do que precisam ser, algumas orientações ajudam.

A sessão de newborn é longa, dura de 2 a 4 horas dependendo do sono do bebê.

IMPORTANTE:

Não mude a rotina do bebê em relação ao horário das mamadas! Nós vamos parar de fazer tudo se  for horário dele mamar.

Quando vocês chegarem ao estúdio ele já estará na temperatura ideal para podermos fazer a sessão.

Removeremos a roupinha do bebê e deixaremos ele apenas de fralda, se caso ele já tiver mamado e estiver dormindo começaremos a sessão, caso não tenha mamado mas esteja dormindo, você irá amamenta-lo antes de iniciar a sessão e ainda se ele estiver de barriguinha cheia mas não estiver dormindo deixaremos que você coloque ele pra dormir.

A sessão se inicia assim que o bebê estiver dormindo.

As fotos em si são feitas rapidamente, o demorado é o posicionar o bebê, portanto quanto mais silencio estiver no ambiente, quanto mais calmo os pais estiverem e quanto mais saciado o bebê estiver, mais profundamente ele vai dormir e mais rápido será o processo de fotografá-lo.

Os pais ficam presentes o tempo todo acompanhando cada pose que fazemos com o bebê.

Se entre as trocas de acessórios ele não acordar, nós seguimos fotografando, se caso ele acordar nós colocaremos o bebê pra dormir e só então daremos procedimento a sessão. Sempre com calma e paciência. Lembrem se quem dita o tempo da sessão é o bebê e só faremos com ele o que ele nos permitir fazer.

Eu não tenho problemas se tiver que esperar muito tempo até ele dormir, esse é o meu trabalho, amo fazê-lo e tenho muita paciência, portanto peço que vocês também venham com esse espírito, estejam tranquilos e procurem relaxar, nesse momento não dá para ter pressa nem ansiedade, pois tudo que vocês sentem é passado para o bebê.

Toda a vez que for necessário trocar o bebê ou amamenta-lo nós paramos de fotografar e depois recomeçamos. A sessão newborn é longa e por conta de todas essas fases e pausas ele dura em média 3 horas, podendo acabar com 1 hora e meia e chegar ao extremo de 4 horas. É por isso que gostamos de enfatizar que é preciso ter calma, pois o ritmo da sessão é dado pelo bebê. Aproveitem o momento para fazer uma pausa na correria dos últimos dias e curtam o momento.

DICAS PARA AS MÃE:

É importante que vocês (mamãe e papai) estejam tranquilos e sem pressa no dia da sessão. Bebês são sensíveis e captam com facilidade a nossa energia. Assim se estamos tranquilos existe maior possibilidade de eles também estarem.

Também sugiro que não agendem nenhum compromisso importante com hora marcada próximo ao horário da sessão pois nunca sabemos exatamente quanto tempo vai durar, aliás esse tempo sempre vai depender mais do seu bebê do que de nós. Ele assim tão pequenininho manda em mim e na sessão.

Como a fotografia newborn é feita com o bebê sem roupinhas, o ambiente estará sempre na temperatura em torno de 27°C ou 28°C para que o bebê fique confortável e quentinho, portanto venham com roupas frescas e leves nos dias quentes e nos dias frios venham com roupas em camadas para irem tirando a medida que o calor for aumentando.

Mamãe se puder um dia antes da sessão evite comer alimentos que causem gases e cólicas em seus bebês, como:

-Chocolate ao leite
-Carne vermelha e frituras
-Cebola
-Repolho
-Ovo
-Couve-flor
-Feijão
-Grão de bico
-Ervilha
-Iogurte integral
-Batata-doce

ACOMPANHANTE, POSSO LEVAR?

Pode mas prezamos sempre em manter um ambiente quieto e aquecido o suficiente para que o bebê possa entrar em sono profundo. O nosso estúdio é bem pequeno e o ideal é que na sessão tenha o fotógrafo e no máximo mais duas pessoas.

Se os pais desejarem fotografar o recém nascido com os irmãos, geralmente fotografamos logo no inicio para que depois os irmãozinhos possam voltar pra casa e assim continuarmos a sessão apenas com o recém nascido, ou então que tenha uma pessoa responsável pelo irmãozinho para entretê-lo enquanto a sessão ocorre.

Quanto mais tranquilo estiver o ambiente melhor será para a realização do ensaio.

Mas vocês podem fazer making of da sessão com os seus celulares para depois poder compartilhar com a família, sempre com bom senso.

AVISO IMPORTANTE: No dia da sessão NINGUÉM pode estar doente. Se caso alguém estiver doente nós marcamos a sessão para outro dia, pois se alguém da nossa equipe estiver doente podemos contaminar o seu bebê, e se alguém da família estiver doente, vocês podem passar pra nossa equipe, e espero que entendam que nós trabalhamos com bebês diariamente e tenho comigo a responsabilidade de não ser transmissora de nenhum tipo de virose.

É muito importante esse tipo de cuidado e respeito!

_______________________________________________

Ana Lorenti é a única fotógrafa especializada em Newborn de Presidente Venceslau. Seu estúdio é preparado para receber gestantes, bebês e crianças, inclusive aquecido no inverno. Veja mais de seu trabalho no site.

megapixels

Quando a fotografia digital começou, tudo era novidade e a tecnologia ainda era básica. Havia muita coisa para ser desenvolvida e cada geração de câmeras daria um salto significativo de vista tecnológico. Esse desenvolvimento mostrou aos fabricantes de câmera que seria possível levar o consumidor a trocar de câmera constantemente, para sempre estar com um equipamento mais moderno. Porém, a característica que os levaram a alardear como motivo para a troca de câmeras foi a resolução do sensor fotográfico. Por conta disso começou uma disputa para ver quem apresentava a câmera com mais megapixels. Esse momento da história da fotografia nós costumamos chamar de guerra dos megapixels.

Resolução da sua câmera digital é uma característica técnica que tem relação apenas com o tamanho máximo de impressão da imagem em papel. Somente isso. Na verdade, na maior parte dos casos, uma quantidade elevada de megapixels pode até ser prejudicial para a qualidade de imagem. Veja como isso acontece no vídeo abaixo.