A Fotografia e o Nu – elementos para utilização como expressão artística

Finalmente aconteceu. Por anos eu enviei o projeto desse curso para as Oficinas Culturais de São Paulo e agora foi aprovado. Em dezembro de 2017 ministrei no Centro Cultural Matarazzo de Presidente Prudente o curso de Fotografia de Nu Artístico com o subtema “elementos para utilização como expressão artística”. Isso foi possível com a parceria entre o projeto das Oficinas Culturais e a Secretaria de Cultura de Presidente Prudente.

Em 2017 eu comemorei 10 anos como arte educador das Oficinas Culturais. E isso é mais importante para mim por saber que meu caminho na fotografia começou em cursos das Oficinas Culturais. Então é lá que e sinto em casa. E como é um projeto voltado para a difusão de cultura, então nada mais justo que os cursos sejam voltados para a criação de fotografia dentro do espectro da arte. Embora a técnica pura seja importante (e indissociável do ensino da fotografia em qualquer aspecto), existem cursos muito bons na internet ou presenciais que vão ensinar as pessoas a operar o seu equipamento.

O curso teve uma carga horária de 24 horas, o que foi suficiente para desenvolver uma boa aula teórica e 8 horas de aulas práticas. Tivemos duas modelos. Uma foi fotografada por mim, para mostrar a questão da interação e direção de modelo, e também por alguns alunos que se voluntariaram para encarar essa primeira experiência, e a segunda modelo foi fotografada pelos alunos. Essa segunda parte aconteceu com a divisão dos alunos em grupos que desenvolveram ideias de ensaios fotográficos temáticos.

Tivemos apenas 1 dia para fazer isso, mas acho que o resultado foi muito produtivo e os alunos tiveram uma ótima oportunidade de como se faz um ensaio de nu artístico. De quebra realizei um antigo sonho de fotografar no antigo prédio do IBC (Instituto Brasileiro do Café) em Presidente Prudente e que agora é o Centro de Eventos da Cidade.

Agradecendo aqui publicamente à toda a equipe da Secretaria de Cultura de Presidente Prudente por acreditar em meu trabalho e, em especial,à Gizelle Galindo, responsável pelos projetos da Oficina Cultural em Prudente, por oferecer todas as condições para a realização da atividade.

Outra oportunidade como essa vai demorar a aparecer, mas se você quiser fazer o curso particular de fotografia sensual e nu artístico é só entrar em contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.