Pular para o conteúdo

Olympus OM-D E-M1X – um tanque de guerra em forma de câmera

A Olympus, junto com a Panasonic, foram as empresas que começaram o desenvolvimento das câmeras mirrorless. Infelizmente, a Olympus meio que ficou esquecida, por conta de câmeras que não caíram nas graças do grande público e também por conta de rolos judiciais e financeiros. Mas, nos últimos anos, a empresa tem lançado câmeras muito legais, principalmente as voltadas para o público profissional. Mesmo não sendo lembrada por muitos como a marca preferida entre as mirrorless, a empresa tem uma longa tradição em equipamentos de alta qualidade.

Depois de vários boatos correndo pelos sites especializados, a empresa finalmente tornou oficial o lançamento da OM-D E-M1X, um tanque de guerra que, segundo a Olympus, foi pensada e planejada especialmente para fotógrafos de natureza e de esporte. Só de pensar nessas duas categorias de fotografia já podemos imaginar que a velocidade é uma característica forte do equipamento, e é isso mesmo que encontramos na câmera.

A câmera é fabricada com liga de magnésio e vedada contra água, poeira e congelamento (até -10ªC). Interessante para quem vai enfrentar os rigores climáticos. O corpo da câmera é grande, parrudo, bem parecido com as câmeras profissionais da Canon e Nikon. O grip vertical fixo tem espaço para duas baterias, aumentando a autonomia do equipamento. Dentro dela encontramos um sensor micro-quatro-terços (fator de corte 2x) com 20,4 megapixels. Uma coisa que não entendi é essa proporção 4:3 do sensor, dando um aspecto mais quadrado à imagem. Eu, particularmente, não gosto muito disso, pois prefiro a proporção 3:2 nas imagens.

A câmera trabalha com um obturador mecânico e um obturador eletrônico. Apenas no modo mecânico a velocidade máxima de disparo é de 1/8000 e, trabalhando junto com o obturador eletrônico, a câmera pode chegar até 1/32.000 de velocidade máxima. Uma boa notícia é que a empresa garante que o obturador da câmera é planejado para 400 mil disparos. Eu fiquei impressionado com essa informação. Com o obturador mecânico a câmera pode fazer até 15 fotos por segundo em RAW em um total de 104 fotos. Já com a utilização do obturador eletrônico a velocidade sobe para 60 fotos por segundo. Uma velocidade interessante para quem está capturando objetos ou animais se movendo em grande velocidade.

O equipamento apresenta estabilização de imagem em 5 eixos e o sistema de foco automático possui 121 pontos de AF de tipo cruzado com autofoco de detecção de fase. A câmera também apresenta uma tecnologia que a Olympus batizou de Intelligent Subject Defection AF onde um aplicativo de inteligencia artificial tenta aprender as características do que está sendo fotografado. Nesse primeiro momento a tecnologia está limitada a objetos de transporte, como trens, carros e aviões, mas futuras atualizações de firmware vão ampliar a capacidade desse modo de foco.

Finalizando o pacote, a câmera pode gravar vídeos em 4K com resolução de 4096x2160 pixels com 24 quadros por segundo, ou 3840x2160 pixels com  23,98,  25, ou 29,97 quadros por segundo, ou em Full HD com  1920x1080 pixels com  50 ou 59,94 quadros por segundo. Com toda essa carga de dados na gravação de vídeo, ou no disparo contínuo das fotos, a câmera necessita de uma grande capacidade de armazenamento. Por isso que o equipamento possui dois slots de cartão SD UHS-II.

Uma grande câmera com recursos avançados que serão a alegria não só de fotógrafos de esporte e natureza, mas também de outras áreas da fotografia que necessitam de uma câmera encorpada e resistente.

A Olympus OM-D E-M1X está disponível para pré-encomenda agora por US $ 2.999,99

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.