Pular para o conteúdo

Powerwolf – The Sacrament of Sin

Sabem aquele prazer de descobrir uma banda nova? Então, está cada vez mais complicado eu gostar de algo novo, mas as vezes acontece. Você está de bobeira e algo aparece. Aconteceu isso com o Powerwolf. A banda apareceu como uma sugestão do Youtube e gostei da arte da miniatura e cliquei no vídeo. E não me arrependo.

O Powerwolf é uma banda alemã (só podia) que apresenta um heavy metal rápido e com vocal bem marcante. Eu diria que é uma mistura de Gamma Ray com Manowar. As músicas se relacionam com temas de fantasia sombria e terror, sendo que lobisomens e vampiros são personagens frequentes.

A banda surgiu em 2003 (relativamente nova) e foi criada por Charles e Matthew Greywolf. Logo eles adicionaram o baterista  Stéfane Funèbre e o tecladista  Falk Maria Schlegel. Por fim, encontraram o vocalista Attila Dorn na Romênia. O rapaz tinha estudado ópera na Academia de Música de Bucareste e o primeiro álbum ( Return in Bloodred) foi todo baseado nas lendas de lobisomens da Romênia. Outra característica da banda é sua apresentação teatral com pintura no rosto e temas góticos.

Agora, em 2018, eles estão com um novo álbum na estrada. O disco The Sacrament of Sin chega com a mesma preocupação com a arte da capa e uma pegada instrumental rápida e certeira. O disco é o sétimo da carreira da banda e foi lançado oficialmente no dia 20 de julho de 2018. Embora já tenha ouvido alguns outros discos da banda, esse foi o primeiro em que tive o prazer de presenciar o lançamento.

O disco começa com a poderosa Fire & Forgive e a pancadaria continua por mais 10 músicas que não deixam a o ritmo quebrar. Até mesmo a quase balada Where the Wild Wolves Have Gone é poderosa. Destaques indiscutíveis do disco são Demons Are a Girl's Best Friend (que virou vídeo clipe), The Sacrament of Sin, Venon of Venus, Fist by Fist - Sacralize or Strike e a sensacional Nightside of Siberia.

A banda é composta por Attila Dorn (vocais), Matthew Greywolf (guitarra), Charles Greywolf (guitarra e baixo), Roel van Helden (bateria) e Falk Maria Schlegel (teclado). 

Infelizmente, os discos da banda não foram lançados no Brasil. Existem apenas cópias importadas que não custam barato. Esse The Sacrament of Sin pode ser encontrado por R$ 150,00 no Mercado Livre. Existe uma versão dupla, com um disco extra onde várias bandas (Epica, Caliban, Kadavar, etc) fazem covers das músicas do Powerwolf. Essa versão pode ser achada por R$ 250,00. E, por fim, também temos a versão Priest-edition Earbook com 3 Cds, um crucifixo, uma estola de padre, e um livreto com muita informação por R$ 460,00. Claro que o disco também está disponível no Spotify.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.